terça-feira, 22 de março de 2011

Apresento as Carmelinhas...


 e a ideia apareceu mais rápido do que eu esperava...
as Carmelinhas são presilhas, daquele modelo antigo, mais tradicional, que usávamos para prender o meio rabo, lembram?! os botõezinhos couberam certinho nesta base...
o nome delas?! bem, aqui a coisa fica bastante sentimental...
é que botões encapados com tecidinhos são coisa de vó, especialmente quando as estamapas tem tanta carinha de retrô... uma coisa que vocês não sabem sobre mim, é que sofro de carência de vó... 
quando nasci, as minhas duas já tinham partido, ainda assim, conheci uma bisavó... Marina, era costureira, lembro de poucas coisas, entre elas, que a bisa me levava na praça para pegar pinhas e que colocava todas as bonecas enfileiradas sentadas no sofá...  mas as lembranças são vagas... morávamos em cidades diferentes e a presença dela se fez até meus seis anos mais ou menos... 
ou seja, nunca tive casa de vó, nem quitutes de vó, ou prendas de vó... o incrível é que carrego comigo uma saudade disto tudo... uma saudade de tudo o que não foi...
já as avós eram Edna, vó materna, dos olhos claros...  e Carmélia,  vó paterna, dominava as agulhas, não sei se era crocheteira ou tricoteira, mas sei que arrasava nos pontos... teria adorado sentar-me ao seu lado e observar com atenção cada laçada... sei também, que a medida que costuro uma fitinha aqui, ou que prego um botãozinho ali, eu me sinto mais próxima destas mulheres, como se de alguma forma elas estivessem por perto... como disse, puro sentimento...
e sendo assim, decidi homenagear minhas avós, estas senhoras que eu teria amado conviver... escolhi Carmélia por ser o nome mais retrô dos três, mas como se trata de uma pequena "menina", ela vem chamada de Carmelinha... pura nostalgia, que traz em si o cheirinho da casa da vovó e o aconchego de seus braços...
espero que gostem destas novas pequenas... 

11 comentários:

Mi Vargas disse...

MORRIIIIIIIIIIIIIIII... em todos os sentidos! Nem li o texto e já te mandei um email... agora fui ler e tava chorando!
Ê saudades de Vózinha que morreu ano passado, ê TPM dos infernos!
MEus posts são sempre repetitivos, pq falar que eu amei é redundância né? Vai ler o email e vc entenderá!

Penso seriamente em deletar seu blog do minha existência, vc vai me levar à falência/loucura... quantas combinações de botões não são possíveis???

HAUHUAHUAHUHA, até parece!!!
Parabéns Ju, um milhão de vezes!!!
Beijos

Anônimo disse...

Meu Deus,as Carmelinhas são puro encanto, agora este texto salpicado de saudade, ah, fizeram brotar de meus olhos, lágrimas redentoras,porque o que lhe faz falta ,também é ausência na minha vida, é saudade de mulheres incríveis que partiram para uma longa viagem, cedo demais, aos nossos olhos, é claro...
Tudo lindo, meu bem. Beijo. Mã.

Juliana Buosi disse...

Amiga, fantasticas as novas meninas.. e o melhor é que poderei ter uma obra sua com botão, isso irá diminuir meu ciúmes...rs

Agora, me emocionei com o texto, por sentir a sua emoção... Vc é linda, muito linda!
E me deu muita saudade, saudade de casa, da minha infância com meus irmãos, da minha vózinha e saudade das visitinhas surpresas no final da tarde!!!

Obrigada amiga!

Natália Rosin disse...

Coisa mais linda, Ju!!
Adoro botões forrados e esses tecidos realmente são muito bonitos!
Beijos!

Dan disse...

luxo né? pra variar!

Déborah Camacho disse...

Ê Laiá! adoreeei as novas pequenas!! E me emocionei com seu texto, como você disse: puro sentimento!
Ás vezes as coisas que nunca tivemos é o que nos dá mais saudades mesmo!

Anônimo disse...

Como elas amariam vocês!!! A doce dona Edna com seus olhos claros e sorriso meigo...e a minha Carmelucha, como eram ou melhor são lindas, pois vivem em meu coração!!! Vó Carmélia fazia crôche..Não dá mais...não paro de chorar.Bjs, Tia Ana

Beatriz Valeri disse...

Jú, além de uma artista nata, você é uma romancista de mão cheia. Que texto profundo e tocante...foi fundo, hein!!! E bateu que bateu na gente!!
Bom, as Carmelinhas são uma delicadeza só!! Aguarde que vou encomendá-las!!
Sucesso para você e continue essa belezura de artista!
Beijos

Fabi disse...

Juju,
fiquei encantada em ver o resultado daqueles botões encapados. Não imaginei que eles juntos e com a fitinha surtisse este efeito. Só vc p/ transformar matéria prima em arte. Bem, o seu dom deve ser fruto de uma genética não? Com certeza as avós estão acompanhando você de uma forma muito especial. O bom gosto e o talento passou de geração para geração!
Ah, já tem alguém aqui do meu lado pedindo um exemplar da fofurinha e mandando um beijo.
(Envio um email)
1 bj querida e parabéns pela criação.

Ju Padilha disse...

queridos todos,
que deixaram recadinho aqui... muito obrigada por escreverem... a expectativa é grande quando se trata de uma nova criação! muito obrigada também, pelo carinho com o qual recebram minhas palavras! as vezes a saudade aperta mesmo!!!
mas é um sentimento gostoso de sentir!!!
beijinhos!

Roberta Barbosa disse...

Lindíssimas!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin