segunda-feira, 24 de setembro de 2012

e o leite?!!!


depois que o bebê nasce e que todos desejam parabéns e saúde, eu não imaginava, que a seguinte pergunta fosse a mais feita: "você está amamentando, né?!"
aliás, bem se nota, que a pergunta vem disfarçada na forma de uma afirmativa da qual não se pode negar... e a gente gagueja para responder...
como seria bom se o peito funcionasse como torneirinha... abriu-saiu...
 nada pior para uma mãe que a insegurança de achar que não está alimentando seu pequeno de forma adequada... mas o que fazer quando o leite não desce?!
assim, como todos que fazem esta pergunta para a nova mamãe, ela também sabe de todos os benefícios do aleitamento materno e justamente por este motivo sofre... 
e lá vem o arsenal da amamentação, mamadeiras e complemento em pó para matar a fome do pimpolho, bombinha, conchas, ocitocina, seringa, conta gotas, chá de aniz, canjica, massagens no chuveiro, palpites mil e muita expectativa... 
e quando o leite finalmente começa descer (em pouca quantidade, mas que já seria suficiente para um aperitivo) e o bebê não quer saber do tetê do mamãe?! afinal, até recém nascido sabe que é muito melhor comer sem ter que fazer força... e com os bracinhos empurra o peito, fazendo cara muito feia, para desapontamento total da progenitora!
até que surge uma luz no fim do túnel... algumas gotinhas do leite em pó no peito, umas esperneadas e a boquinha agarrando o bico... no começo poucas "chupetadas", pois não sai muita coisa... mais algumas tentativas e o aperitivo se transforma numa singela entrada... o prato principal continua sendo a mamadeira... mas a estas alturas, a mamãe que vos escreve, já está feliz da vida... afinal pouco é muito melhor que nada... e uma mamadeira dada com muito amor, também deve ter lá seus benefícios! 

Francisco já ganhou peso e cresceu 2 cm!

9 comentários:

Pricila Barretos Blum disse...

Querida, alimentar Chico com amor, com certeza fará com que ele cresça forte e saudável, não importa se com leite materno,em pó, de soja, de cabra...(claro que o leite materno é importante, mas não é só isso que o fará feliz ), eu bem posso falar, pois meu Pedro NUNCA tomou uma gota de leite materno (não por vontade minha) e nem por isso deixou de crescer lindo, forte e saudável. Quando nasce uma criança nasce uma mãe, é mãe é mãe, saberá o que fazer de melhor para alimentar seu corpo e sua alma.
Um beijo enorme,

Nathalia disse...

Ô, Ju, até nesse assunto tão cheio de cobranças você consegue transitar com paz... Posso querer ser assim quando crescer? Também sou ferrenha defensora da amamentação, contanto que isso não traga sofrimento (exterior E interior) para mamãe e bebê. Acho o fim pessoas insensíveis começarem a cobrar e pressionar para que você seja a mãe perfeita em tudo... quando a sua cabecinha já deve estar se fazendo mil cobranças!

Com esse jeitinho de calmo de mãe você vai longe, Ju. Deus abençoe essa tranquilidade e essa sabedoria que você já tem. E esses braços também, porque do jeito que Chico está crescendo você nem vai precisar de academia! hehehe

Beijoca em vocês.

Luci disse...

Fique tranquila minha filha chorava muito e como mãe de primeira viagem não entendia e á levei na pediatra, ela chorava porque estava com fome meu leite era insuficiente e iniciei o leite em pó,hoje ela tem 15 anos é linda e saudável conto nos dedos as vezes que ela ficou gripada.
Beijos
Luci
marriecraft

Anônimo disse...

Seu coração, agora coração de mãe, é seu melhor conselheiro! Beijo.
Mã.

Taty Belloni disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jacqueline disse...

Ju, fico feliz com suas tentativas, mas vc sabe que apesar de entendermos o quanto a amamentaçao eh importante, o mais importante de tudo vcs jah estao dando ao Francisco que eh um amor sem medida...
Bj bem grande!

Mariana Teani disse...

Ju, é muito bom se identificar com historias... Quando tive o João a três anos atras ninguém havia me dito como é difícil amamentar! A gente tem a falsa impressão dq é só colocar o pequeno no peito que eles dão conta do recado... Me assustei muito quando o bico do meu peito virou uma "couve-flor" e chorava a cada mamada... Estava longe de sentir o prazer estampado em livros.... Foram 15 dias de muita luta, comigo mesmo para conseguir seguir frente... Até o bico cicatrizar... A gente não tem que se culpar por essas coisas... As pessoas pintam a maternidade de cor de rosa.. Mas, poxa vida... Só a gente sabe os perrengues que passamos e os nós que nossa cabeça da por conta disso. O negocio é sempre respirar e manter a calma... Como diz a música: " tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo".... Beijos!

Anônimo disse...

Ju, amamentar pode ser mesmo muito complexo. O pior é chegar no banco de leite em busca de um auxílio e ouvir um monte de coisas que só nos deixa ainda mais frustrada. Tive dois filhos. O primeiro era um bebê pequeno e mamou com suavidade - sem traumas . O segundo era enorme, muito forte e me destruiu. Em meio ao caos, apareceu uma enfermeira que trabalha aqui na secretaria de saúde de RP que me trouxe muitas alegrias. Segundo ela, o que faz ter leite é água e descanso. Então se jogue na água e durma sempre que o bebê dormir. Ah! e não se assuste - segundo ela, às vezes é preciso beber 5 litros de água para que a produção realmente funcione. Boa sorte.

Flávia disse...

Ai como é difícil né!?Aqui o que funcionou foi a relactação,continuei a dar a fórmula,só que ele sugava no seio o que é muito bom para todo o desenvolvimento da musculatura da face.Seguimos assim até o oitavo mês que foi quando passamos para a mamadeira.Se Vc se interessar o nome do Kit é MAMATUTTI e vende nas farmácias!
Acho que esse post tbém poderá ser útil!

http://crisdoula.com/?s=RELACTA%C3%87%C3%83O&search=Search
Bjuss,té!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin