terça-feira, 22 de outubro de 2013

Ufa!



há tanto tempo sem escrever por aqui, que pareço ter perdido um pouquinho da intimidade... meio sem saber por onde começar, mas acho que alguns de vocês irão entender... aquela saudade que bate...

ontem, estava em casa, marido trabalhando até tarde, pequeno dormindo... sobrou um tempinho para sentar e resolvi olhar este blog... comecei lá por 2008, fui clicando aleatoriamente e a medida que passava as postagens... um monte de sentimentos!

quantas criações, fotos incríveis, super caprichadas, pessoas queridas, evolução dos trabalhos, passeios, um pouco da minha intimidade, palavras escritas com cuidado, comentários carinhosos, toda uma história sendo registrada... um mundo todo, mesmo que virtual, um mundo que construí, letra por letra...
fui tomada por uma emoção ambígua, triste e ao mesmo tempo muito feliz...

esta tristeza me pegou, em ver como este blog, andava abandonado, como as fotos (especialmente das tiaras) já não eram tão produzidas... lacunas de tempo maiores e palavras um pouco mais frias...
pensando a respeito percebi que não foi o entusiamo que deixou de existir... mas este turbilhão chamado rotina... acho que ele engoliu um certo brilho... a tristeza não era apenas pelo blog abandonado, mas acho que por mim mesma... com o tempo corrido, casa, criança e trabalho... a gente se deixa levar, sem saber ao certo para onde... a gente simplesmente se deixa... a saudade era de mim mesma!

escrevo, porque ontem levei um sacode e olha que não é por falta de incentivo do marido... mas as vezes, a gente é que tem que se dar conta por si só!

mas como disse, o sentimento era ambíguo... pois mesmo sem saber para onde... bati `a porta de um certo bistrot e lá, em parceria com pessoas queridas, nasceu um projeto de várias mãos, uma Ciranda Criativa... que tem me permitido ser, não sei se a melhor, mas uma boa parte de mim... a que gosta de compartilhar e que deixa brilhar os olhinhos por toda matéria-prima que ganha vida e se torna algo único, que se sente especial porque sabe criar com as mãos! além destas Cirandas, a alegria em ver que as tiarinhas e suas fitas ainda surpreendem as pessoas que as conhecem e que as querem usar... continuo sentido a mesma emoção toda vez que vejo uma de minhas criações sendo usadas por aí!

hoje quem escreve, não é a esposa do Pedro, nem a mãe do Francisco, a filha da dona Regina ou a Ju Padilha do ateliê...  hoje é própria Ju, que pede licença para pisar fora deste turbilhão e relaxar um pouco... com todas a minhas reticências!



7 comentários:

by Juliana Buosi disse...

Ahhh amiga.. Tão lindo!
Vc tem uma história incrivel, cheia de dedicação e beleza. Tenho muito orgulho de ter feito parte de um pedaço dessa caminhada e poder dizer que sou amiga dessa Ju, cheia de qualidades e poesia!
Parabéns, pela mãe, artista, artesã. esposa, filha, blogueira, fotógrafa amiga e Ju que vc é!
Bjos

Caixinha de Surpresa disse...

Ju, que boa essa reflexão, estou passando por esse mesmo momento e por isso estou aqui, em casa, me dando um tempo para matar a saudade de mim mesma! Isso com certeza nos abre pra sentimentos muito bons!!!!

Baú de Sonhos disse...

Que bom ter você de volta... gostei muito do que li! Um abraço, Simone.

elisa disse...

incrível como colocou tão bem o que a maioria das pessoas tem passado. Mesmo lutando para não deixar esta loucura nos levar, hora que percebemos estamos sendo arrastados por ela.
Seja muito bem vinda novamente, Ju. Sua sensibilidade estava fazendo falta.
beijo grande

Maria disse...

Coisa linda! é assim mesmo, tudo vai entrando em ordem novamente, pesando, repesando, digerindo, criando, transformando. Tamo junto, acompanhando e tendo a certeza que a esposa, a mãe, a filha da D. Regina, a Ju padilha e a Ju... é só sucesso em todas as versões! <3

Anônimo disse...

Ah, Ju Padilha, Ju mulher, Ju mãe, Ju empresária, mas para mim, todas elas sim, mas especialmente, Ju, minha filha...,tão bom reencontrá-la traduzindo em palavras um coração...
Há dias e dias, nenhum igual ao outro e assim a vida segue,planaltos e planícies, flores e espinhos,terra e água...
Todo o meu carinho. Mã.

Larissa Dias disse...

Juuuu.... Como disse, faz tempo que acompanho teu lindo trabalho!
Amo cada foto, cada detalhe, cada carinho sentido e cada brilhinho nos olhos que essas fofuras todas nos proporcionam!
E.... Simplesmente apaixonei pelo teu post de hoje! Você coloca o coração em tudo e é esse amor todo pela vida que nos faz querer um tiquinho de você conosco!
Logo, logo meu pedacinho de você chega aqui... E estou super ansiosa!!! Eitaaaaaa!! rs
Não liga, não... A tristeza vem, como você disse mas passa rapidinho, porque você olha em volta e vê tudo que já conquistou e tem como ficar triste??? Não, não, não!
Beijo meninona linda!!!
Lari.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin