quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Licença Maternidade para Autônomas!

ter um negócio próprio exige muito trabalho e outras tantas decisões, ainda mais quando se é mãe e é preciso conciliar todas estas atividades...
no meu caso, a decisão em deixar de ter a carteira assinada veio muito antes da maternidade e se na época, eu pensasse em ter filhos, confesso, que acho que não largaria os benefícios em ser contratada de uma empresa, especialmente no que diz respeito `a licença maternidade...
mas como tudo em nossa vida tem um motivo de ser e nada acontece fora da hora, mesmo que pareça acontecer tudo ao mesmo tempo, a gente se organiza! 
comecei trabalhando em casa, informalmente, mas tudo bem organizadinho, inclusive com horário de trabalho... logo de início escolhi vender minhas peças pela internet para tal, muito capricho nas fotos e um up grade no blog, que ganhou lay out feito por designer caprichoso, com o desenvolvimento de  toda uma identidade visual para a marca que surgia... 
ter um negócio on line, significa estar disponível para responder muitos emails, afinal o comprador tem a chance de pensar muitas vezes antes de efetuar a compra, diferente, de quem compra na loja, muitas vezes por impulso... também desenvolvi uma rede de contatos virtuais e junto com ela, vieram amigos e parceiros... o "boca a boca" virtual é fundamental para um pequeno negócio, assim como a gentileza e total atenção, em responder as mensagens, em cumprir com as datas e combinados de cada encomenda! 
bom, o negócio vingou, estava trabalhando integralmente com minhas criações e na sequência, resolvi formalizar minha pequena empresa, fiz o registro dela no MEI, via SEBRAE... minha intenção era ter a oportunidade de recolher o INSS, pagar meus impostos, declarar meu IR, abrir conta jurídica, pedir maquininha de cartão e eventualmente, poder contar com a licença maternidade...
o "eventualmente" chegou antes do que eu imaginava... em janeiro deste ano, me descobri grávida... planos tiveram de ser adiados, mas com o devido respaldo!
hoje estou de licença maternidade, por 120 dias! recebo um salário mínimo, não é muito, mas ajuda bastante! para tal é necessário que você tenha pelo menos 10 meses de contribuições para MEI... com horário agendado em um dos postos do INSS, você leva a certidão do pequeno, mais os documentos da empresa e pronto, benefício garantido!
mas o melhor de tudo?! e que sendo autônoma e dona do meu próprio negócio, eu tenho a chance de ver meu filhote crescer de perto, dá trabalho, mas como disse, a gente se organiza, pede prazos maiores, aproveita o horário da soneca, coloca música para entreter o pequeno e vamos criando... o filho e tudo o que a criatividade nos permite!
portanto, se você tem um pequeno negócio, pense em formalizá-lo... mais do que se profissionalizar, você terá todos os direitos garantidos, afinal, a gente nunca sabe o que o dia de amanhã nos reserva!
e por aqui, sigo com minhas fitinhas, tecidos, máquina de costura,  mais os sorrisinhos do Francisco e muitos cheirinhos no cangote!

10 comentários:

Thiara Ney - Tuty disse...

Que post delicioso Ju. Eu também tive a possibilidade da licença maternidade como um dos pilares da minha decisão em me formalizar, anos atrás. Hoje a Tuty já migrou para ME, e as coisas são bem mais complexas e cheias de burocracia, mas com certeza ainda faz toda a diferença ser formalizada.
Lá no escritório tem mais 4 funcionárias, mas ainda assim fico aflita e trabalho todos os dias de casa. Quando a Alice nascer espero que eu também consiga conciliar a atenção que tenho e quero dar a ela com os contatos das clientes e a administração da empresa.
Parabéns por tudo!
Bjos!
Thiara

Nathalia disse...

Own, coisa mais fofa esse Francisco! Sábia decisão, Ju :)

Beijo!

Cintya Maria Pedroso Ferrari disse...

Olá Ju!!! (se me permite a intimidade...rsrs)

Acho que deve ser a primeira vez que comento em seu blog, o que não quer dizer que eu não tenha estado aqui antes, viu?
Mas, é que eu precisava dizer que amei o seu post! Me identifiquei e também aprendi com ele.
Já tenho uma empresa (MEI) aberta desde 2010 e não sabia desse benefício. Fiquei super contente com a notícia, mesmo porque estou me preparando para engravidar!

Sabe que, dias atrás, pensei em fechar a empresa de aulas particulares (à noite), pois estou em um emprego fixo durante o dia e está bem puxado pra mim...
Mas com essa notícia, vou repensar e reconsiderar, viu?

Esse post me fez mudar...

Muito obrigada pelas informações!
Desejo-lhe muito sucesso com as suas lindas tiaras e presilhas e, mais ainda, muito amor nessa nova fase de mamãe!

Um abraço carinhoso! =)
Cintya Maria

Marcele Leite disse...

Post delicioso, produto delicioso, bebê delicioso! =)

Anônimo disse...

A cada dia esta moça me surpreende!
Mas nenhuma surpresa foi melhor, que a de descobrir a mãe maravilhosa que ela é!
Orgulho!
Mã.

Anônimo disse...

O de praxe, mas com muito orgulho e amor:
FRANCISCO é a criação mais linda desses papais!!!!
Bjs ao trio querido.
Tia Ana

Ciane disse...

OI Ju, que delicia as imagens com seu príncipe.
Falando em autonomia, foi por isso que tive que parar de trabalhar aqui na Alemanha,pois as vantagens eram bem maiores ficando com minhas filhas. Além do aspecto familiar, o acompanhamento delas (uma com 12 e outra com 5) na parte emocional, social e educativo. A licença maternidade aqui sao 3 anos, sendo que o primeiro remunerado com 67% dos últimos 3 salários. E os outros 2 sao opcional. Voltas a trabalhar ou fica mais 2 tendo só aposentadoria e benefícios sociais e impostos pagos, sem salário. Hoje sei como foi bom ter feito isso e ainda ter descoberto meu lado artesão.
Beijos carinhosos

Anônimo disse...

Estou bem indecisa quanto à minha loja virtual e ler o seu post me fez pensar ainda mais sobre o assunto.
Obrigada por nos ajudar indiretamente.
Francisco está lindo e crescendo muito rápido!rs
Beijos
Luciana Gudaitis

Anônimo disse...

Oi Ju...acompanho seu blog quase que diariamente já ha algum tempo....tenho muita vontade de "abrir" minha marca, que já tem até nome,rs. Muito bom esse post...é bom saber o que as crafters mais experientes fizeram pra se firmar no mercado....é engraçado, mas fiquei muito feliz quando você postou que estava grávida e tbm a cada vez que via uma notícia de sua gravidez...é bom ver que seu bebê está crescendo de uma forma saudável...Que DEUS abençoe sua familia...

Beijos

Anônimo disse...

Que fofa vc...dividindo conhecimento e informação. Estou de licença maternidade, mas infelizmente, meu Joao faleceu 3 dias ante do parto. Comecei a costurar como terapia e me apaixonei! Abri uma página das minhas coisinhas no face, chama-se SCHW.
Volto ao trabalho em janeiro...sou publicitaria...quem sabe um dia consigo ficar só costurando....um bjo
drischwarz@hotmail.com

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin